top of page
  • Foto do escritorFrancis Júnior Jornalista

Novo alerta sobre saque a cargas na 381

Reunião em João Monlevade foi para esclarecimento sobre esse crime.

A reunião envolveu comandantes da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Civil, do Conselho de Segurança Pública (CONSEP), empresários, caminhoneiros, professores e moradores dos bairros Tanquinho, Santo Hipólito e Sion (foto). Foi na sede da Escola Antônio Loureiro, no bairro Santo Hipólito.

Um dos temas abordados foi a nova operação de combate ao saque de cargas na BR 381. Muitas pessoas não tem conhecimento, mas o saque à cargas de veículos acidentados pode ser qualificado como crime de roubo, furto, associação criminosa, dano, corrupção de menores, receptação, desobediência, desacato, resistência e que, combinados, pode gerar pena de até 20 anos de cadeia.

Em nota a coordenação da campanha informa que a existência de seguro não influencia na questão do saque. Mesmo que o seguro reembolse o prejuízo, só o proprietário da carga pode decidir o destino das mercadorias.

Assim, as polícias vão dar combate a esse crime, atuando severamente com prisão, apreensão, remoção de veículos e multas. Atenção que as pessoas de bem devem colaborar com denúncias sobre saque ou recepção pelo 190 ou 181.

684 visualizações
  • Whatsapp
  • Instagram
bottom of page