top of page
  • Foto do escritorFrancis Júnior Jornalista

Combate ao 'rolezinho'

PM mantem as operações com prisões e apreensões em Monlevade e região!

A 17ª Cia PM Ind mantém em João Monlevade e nos outros 10 municípios da sua área de abrangência as operações de combate às infrações de trânsito, com foco nos “rolezinhos” promovidos por motoqueiros.

Durante o mês de março diversos automóveis,  motocicletas e até bicicleta motorizada, com irregularidades, foram removidos/apreendidos com a emissão dos Autos de Infrações de Trânsito correspondentes. Foram 48 veículos removidos com a emissão de 267 multas.

Operações contínuas

Em nota o comando da 17ª Cia PM Ind esclarece que ações e operações dessa natureza serão realizadas de forma contínua em todos os municípios de abrangência da Unidade: Alvinópolis, Bela Vista de Minas, Dionísio, Dom Silvério, João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba, São Domingos do Prata, São José do Goiabal e Sem Peixe.

As taxas do reboque

Os veículos apreendidos são removidos para o pátio credenciado do Detran em João Monlevade que está lotado. A 'taxa de remoção' custa R$ 385,42 para caminhão, R$ 290,38 para carro e R$ 184,79 para moto.

E é esse o valor cobrado de um veículo rebocado seja em João Monlevade ou em qualquer outra cidade, como Alvinópolis, por exemplo.

As taxas da diária

Já a 'taxa de diária' no pátio custa R$ 63,36 para caminhão, R$ 52,80 para carro e R$ 31,68 para moto. Essa taxa é cobrada durante os primeiros seis meses. Se o veículo não for retirado pelo proprietário então, de acordo com as condições legais, poderá ir a leilão.

Veículos abandonados

Porém, são centenas de veículos que ficam acumulados (e amontoados) nos pátios, em situação de sucateamento, visto que os donos não conseguem fazer o resgate em razão das multas e dos impostos atrasados.

Em contrapartida a empresa que administra o pátio também não recebe nada.


361 visualizações
  • Whatsapp
  • Instagram
bottom of page