top of page
  • Foto do escritorFrancis Júnior Jornalista

ASPAAS reforça acolhimento

Uma sede própria para acolher e cuidar melhor dos autistas de João Monlevade!

Em João Monlevade, até o ano de 2017, poucas pessoas tinham conhecimento sobre o autismo e, assim, muitas crianças ou jovens autistas recebiam tratamento totalmente equivocado, para não dizer errado. Fato que impedia essas pessoas de evoluírem no pensamento, no desenvolvimento cognitivo, na escola e na qualidade de vida.

Alguns pais nem sabiam que os filhos eram portadores do autismo.

Uma situação que mudou a partir do momento em que a professora e psicopedagoga Simone de Oliveira Barcelos, na busca de informações para o cuidado adequado para seu filho, buscou a união de pais e mães que tinham o mesmo objetivo para criar a ASPAAS – Associação de Pais e Amigos de Autistas e Síndromes de João Monlevade.

E depois de seis anos de criação a entidade ganhou uma sede, inaugurada no dia 28 de setembro na Rua do Andrade, 334, bairro José Elói. Um avanço que abre novos caminhos para o acolhimento de autistas e para novos procedimentos.

A dimensão da deficiência

E uma estatística revela que são quase 250 pessoas precisando desse atendimento em João Monlevade e algumas cidades da região.

Vale destacar que o autismo se caracteriza por diferentes deficiências, que podem ser amenizadas pela forma como as famílias cuidam dessas pessoas que precisam da atenção e suporte adequados. Fatores terapêuticos essenciais para inclusão e convivência feliz no lar, na escola e no trabalho.

O espectro autista conta com crianças com inteligência normal, outros com deficiência intelectual e alguns com inteligência muito superior ou até mesmo com altas habilidades e superdotação.

Alguns autistas têm deficiências na comunicação associada a algum déficit sensorial ou uma deficiência intelectual associada à dificuldade na fala.

E são conhecidos os autistas que, mesmo com dificuldades em alguma área social, adaptativa ou de habilidades motoras conquistam bom desempenho acadêmico e graduação na medicina, engenharia, direito, pedagogia e outras profissões.

A diretoria

A ASPAAS tem como vice-presidente a professora Sandra Tavares Gomes, primeira secretária Lidiane Dias Martins, segunda secretária Juliana Marques Maciel, diretora financeira Maria do Carmo Lana, vice-diretora financeira Adriana Regina de Castro Silva e no Conselho Fiscal Geraldo Luciano Lima, Fernanda Milane Leal Santos, Welton Matusinhos, além de vários profissionais da psicologia que colaboram de forma voluntária com a associação.

Os doadores

O funcionamento da entidade depende de doações, de parcerias e principalmente do trabalho voluntário. Hoje o atendimento terapêutico é realizado por profissionais da psicologia voluntários e existe a necessidade de mais profissionais aderirem a esse projeto. É uma causa das mais nobres e as pessoas que puderem participar podem obter mais informações com a presidente Simone pelo telefone (31) 98585-3824.

A entrevista

Segundo a presidente, além de melhor acessibilidade e conforto para quem trabalha e para quem é atendido, a nova sede estrutura a ASPAAS para a busca de novas parcerias e recursos humanos e financeiros. Confere entrevista no YouTube - Francis Júnior JM (https://www.youtube.com/watch?v=Bh6IQbeowLo)



163 visualizações
  • Whatsapp
  • Instagram
bottom of page