top of page
  • Foto do escritorFrancis Júnior Jornalista

Polêmica na feira de João Monlevade

Em João Monlevade a proposta de mudar a feira de lugar vai a debate.

A tradicional feira de produtores da agricultura familiar de João Monlevade foi realizada no último sábado (15/04/2023) em conjunto com a Feira Popular de Economia Solidária, em meio à polêmica.

Isso porque na Câmara de Vereadores surgiram discussões a respeito do local onde a feira é realizada, na rua Lila Bicalho, em frente à igreja Sagrado Coração de Jesus. Alguns vereadores apresentaram a proposta de transferência para a Praça do Povo, em Carneirinhos.

Alguns feirantes gostaram da ideia, porém, outros querem ficar no local atual, em frente à igreja em feira única com produtores e artesãos e apoio da Prefeitura com estrutura, cobertura, barracas e show musical aos sábado.

Audiência Pública

Serão temas do debate convocado para quinta-feira (20/04/2023), a partir das 14h, em audiência pública solicitada pelo vereador Belmar Diniz. Esse encontro que deverá reunir vereadores, secretários municipais e feirantes será aberto para todas as pessoas interessadas.

Contra a mudança

Para a presidente da Solidariarte, a Associação dos Artesãos de João Monlevade, a Praça do Povo não é local apropriado para receber feirantes e consumidores, além de não possuir local de estacionamento. E na rua Lila Bicalho o espaço é maior e as vendas melhores.

Segundo Elaine, essa decisão será tomada a partir de um consenso do grupo de expositores e também da opinião da população. “Nós desejamos que a feira seja um local para as pessoas, as famílias, fazerem suas compras, mas também sentar, conversar, curtir música e a praça de alimentação como muitos fazem indo para BH, mas é hora de valorizar a arte e a cultura de João Monlevade”, palavras da presidente da Solidariarte.

3.002 visualizações
  • Whatsapp
  • Instagram
bottom of page